sexta-feira, 2 de abril de 2010

Subdivisão da Geografia

"O fato de me perceber no mundo, com o mundo e com os outros me põe numa posição em face do mundo que não é a de quem tem nada a ver com ele".
(Paulo Freire, Pedagogia da autonomia: saberes necessários à prática educativa, p.60).
Conflitos étnicos, crimes, miséria, riqueza, fome, consumo, catástrofes naturais, genocídios, desastres ecológicos, crises econômicas e políticas, desemprego em massa, novas tecnologias – estes tempos de neoliberalismo e globalização, nos atingem cotidianamente. É tanta e tamanha a rapidez das informações que, muitas vezes, sentimos uma sensação de impotência diante da impossibilidade de compreender o que está acontecendo ao nosso redor e no mundo.
Nesse contexto, a maior parte das produções da mídia oferece uma visão descritiva, fragmentada e simplista dos fatos sociais, o que torna necessária e imprescindível uma leitura mais detida e articuladora desses fatos, e isso é possível através das ciências humanas e sociais, entre elas a Geografia.
Assim, "ensinar Geografia passa a ser problematizar o mundo mais do que ’explicá-lo’ de forma unilateral". Através da Geografia, o estudante deverá compreender o desenvolvimento da sociedade como o processo de ocupação de espaços físicos e as relações
da vida humana com a paisagem, em seus desdobramentos políticos, sociais, culturais, econômicos. O ensino da disciplina deve, portanto, contribuir para que o aluno possa compreender melhor o frenético e fascinante mundo em que vive e sentir-se estimulado a intervir solidariamente na realidade em construção, com a disposição de constituir-se num agente da transformação social.
É esta concepção que a disciplina busca desenvolver no ensino médio, procurando estimular o pensamento crítico e a capacidade de analisar a realidade do mundo contemporâneo na associação entre o meio ambiente, a sociedade e as estruturas políticas e econômicas atuais. Assim, ao final do curso, o aluno deverá ter desenvolvido:
capacidade de relacionar, interpretar e analisar os fatos geográficos, permitindo uma visão crítica do mundo;
capacidade de analisar, interpretar e compreender os processos e as formas de produção e organização do espaço mundial e brasileiro;
capacidade de aprender a aprender, num processo contínuo de ampliação e aperfeiçoamento do conhecimento.
Durante o curso, em diferentes momentos e situações, serão desenvolvidas as seguintes atividades que configuram a estrutura do trabalho: aplicação de testes; avaliação de leituras e resumos de livros em duplas, trios ou grupos, a partir de leituras individuais marcadas previamente; interpretação de quadros, tabelas, gráficos e mapas; elaboração de quadros comparativos; desenvolvimento de tema discutido em sala de aula, envolvendo conteúdo específico e posicionamento pessoal; avaliações de assuntos específicos ao final das unidades de conteúdo; interpretações de textos; pesquisas (individuais e em equipes), elaboração e apresentação de seminários envolvendo recursos multimídia; redações, transposições de linguagem; leitura de jornais e revistas para a elaboração de jornal-mural na sala de aula; pesquisa na Internet.
Tudo isto exigirá do aluno as seguintes habilidades: ler, analisar e concluir textos, mapas, tabelas e gráficos; anotar e sistematizar informações ou dúvidas; aplicar conceitos básicos aprendidos; elaborar textos; dissertar hierarquizando idéias; pesquisar, coletar, organizar dados (identificando, descrevendo, comparando, classificando e concluindo); trabalhar em equipe; expressar oralmente suas idéias com clareza e objetividade; expor oralmente um assunto em público; respeitar opiniões divergentes; socializar a produção do conhecimento.

________________________________________
G E O G R A F I A:

Vem das palavras gregas "geo" e "graphos" significando respectivamente Terra e escrever. Geografia é o estudo científico da superfície da Terra com o objetivo de descrever e analisar a variação espacial de fenômenos físicos, biológicos e humanos que acontecem na superfície do globo terrestre.
A superfície da Terra é a camada do planeta de contato e inter-relacionamento entre a Atmosfera, Biosfera, Hidrosfera e Litosfera. Esta camada permite através de seu equilíbrio natural o surgimento de minerais, água, solos diferentes, vida animal, vida vegetal e uma série quase infinita de outros acontecimentos que tendem a mudar com o tempo. É de essencial importância para a geografia o estudo destes fenômenos no espaço, no tempo, seu inter-relacionamento e agrupamento em padrões e funções.
Surgida na Grécia antiga o estudo da superfície da Terra se perdeu no mundo cristão junto com o conhecimento grego na Idade Média, ressurgindo com o renascimento e os grandes exploradores do século XIV e XV. Dadas todas as possibilidades de estudo, a geografia é hoje uma disciplina extremamente complexa e está dividida em inúmeras áreas especializadas:
Geografia Social - estuda a mudança na distribuição espacial de pessoas e sua atividades, além da interação destas com seu ambiente. A geografia social empresta muito das ciências sociais, mas é especialmente preocupada com descrições e análises de distribuição espacial.
• Geografia Política
• Geografia Econômica
• Geografia Cultural
• Geografia Urbana
Geografia Física - estuda as condições naturais e seus processos como ocorrem na superfície da Terra, as formas espaciais resultantes são objeto de várias subdisciplinas :
• Climatologia
• Biogeografia
• Geomorfologia

3 comentários:

  1. HORRÍVEL ESSE FUNDO PRETO E AS FONTES BRANCAS...E AS LETRAS MAIÚSCULAS E ABREVIAÇÕES!!!PQP!!!!

    ResponderExcluir
  2. Gostei muito. Como estudante, o texto está me motivando a estudar essa linda ciência. Obrigada!

    ResponderExcluir
  3. parabéns professor, seu blog está ótimo.estou escrevendo uma apostila para meus alunos sobre sobrevivência. advinha onde fui encontrar os conceitos maravilhosos. em seu blog. Prof. Oseas

    ResponderExcluir

Deixe aqui sua crítica ou opinião inteligente;